A sabedoria de Deus

#Estudo #Esboço #Explicação #Sermão #Mensagem #Deus da sabedoria #Pregação #Meditação #Devocional #Palavras de Sabedoria #O que é #Significado #Comentário #Bíblia #Provérbios #Sabedoria #Conhecimento #Origem #Nascimento #Surgimento #Discernimento

 Introdução 

Um dos temas mais abordados na palavra de Deus é a sabedoria. Existem alguns livros na bíblia que se dedicam exaustivamente a este tema. Mas afinal, o que é a sabedoria? Para entende e compreender as profundidades da sabedoria temos, primeiramente, que entender o que significa esta pequena palavra. Entender o seu conceito, conforme a palavra de Deus, é o que vai nos ajudar a compreender melhor o que foi escrito sobre a sabedoria.

 A sabedoria: uma definição 

Quando tratamos acerca da sabedoria, propriamente dita, podemos entender o seu significa através da definição desta palavra. A palavra sabedoria vem do grego "sofía", é o que detém o saber. Desta palavra derivam várias outras, como por exemplo, filosofia "amor à sabedoria". Segundo o dicionário Aurélio a sabedoria é o “acúmulo de muitos conhecimentos; grande instrução; ciência, erudição, saber”. Ou seja, segundo o dicionário Aurélio e segundo o próprio significado da palavra no grego, a sabedoria é o acúmulo de vários conhecimentos e de variados saberes.

 A sabedoria de Deus 

A sabedoria é uma das características mais mencionadas a respeito de Deus. Na palavra de Deus encontramos a definição que Deus é um ser onisciente, ou seja, ele sabe ou conhece todas as coisas. Mas se pensarmos a respeito disso veremos que é algo que vai além da nossa compreensão.

Uma coisa simples é entender o conceito puro da sabedoria no âmbito humano, no qual a sabedoria se define em possuir uma vastidão grande de conhecimentos humanos. Porém, quando o âmbito da nossa análise se expande para conhecimentos ocultos, sobrenaturais e espirituais, percebemos que a compreensão dessa sabedoria sai e muito da nossa compreensão. Esta é a sabedoria de Deus.

Acerca desta sabedoria oculta em Deus, Paulo escreveu: "Ó profundidade da riqueza da sabedoria e do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos e inescrutáveis os seus caminhos!" (Romanos 11:33). A sabedoria de Deus engloba os conhecimentos de todas as coisas sejam físicas ou espirituais. A sabedoria de Deus é tão insondável que nem mesmo é possível imaginar do que se trata para comentar sobre ela. Talvez um dos livros que exemplifique bem o que estou falando seja o livro de Enoque. Nele vemos uma infinidade de conceitos e experiências novas e desconhecidas que nos assustam. Muitos cristãos divergem sobre a veracidade deste escrito e, certamente, não podemos afirmar com certeza sua veracidade, mas a profundidade das revelações de Enoque podem indicar alguma verdade oculta nestes textos. Isso porque só pode haver conhecimento e discernimento em Deus que revela todas as coisas.

A sabedoria também é uma pessoa. Ela está com Deus desde o princípio e ela mesmo cooperou com o Senhor na sua obra neste mundo habitável onde nós estamos. É este emaranhado de conhecimentos estranhos e desconhecidos para nossa pequena mente humana que é a sabedoria de Deus. É por isso que esta sabedoria excede em muito a sabedoria dos homens, pois Deus tem conhecimentos indescritíveis e certamente conhece todas as coisas que podem influenciar a nossa vida. A Ele pertencem o conhecimento de todas as coisas, pois Ele mesmo criou todas as coisas.

Enfim. É difícil definir o que não pode ser definido, pois é algo tão grande que não podemos conhecer. É um conhecimento tão insondável, que nem mesmo temos noção do que se trata toda esta sabedoria. A nossa alegria reside em saber que todo este conhecimento está em Deus e ele concede a todos quantos pedirem.

 A frônese 

Nos meus estudos para este texto eu me deparei com este conceito interessante que resume bem uma diferença que temos que fazer sobre a sabedoria. Este termo "Phronesis" ou "frônese" foi usado por Aristóteles em uma das suas obras para descrever a "sabedoria prática", ou "a habilidade para agir de maneira acertada".

Eu adicionei este termo em nosso estudo para conseguirmos diferenciar a sabedoria da sabedoria prática em nossa vida. Uma coisa é a sabedoria em si, que reside com Deus desde o princípio do mundo e é tão insondável quanto o universo ou a profundeza dos mares. Por outro lado existe a frônese, a sabedoria prática, que utilizamos ou não em nossas vidas diárias.

Os livros de Provérbios e Eclesiastes, na palavra de Deus, nada mais são do que conselhos para andarmos em sabedoria. Ou seja, a frônese. Também podemos chamar isso de sabedoria, mas é importante entender a diferença. A sabedoria existe independente da nossa vontade ou das nossas escolhas. Esta frônese, por outro lado, são as nossas escolhas na prática e nos guarda de tropeçar em nosso caminho. É ter ciência do que pode nos ocorrer para estarmos preparados para agir sabiamente perante uma situação. Por isso provérbios é tão rico em conselhos.

Comentários