Filhinhos, guardai-vos dos ídolos (1 João 5:21)

#1 João 5:21 #Bíblia #Epístola #Carta #Estudo #Estudo de 1 João #Meditação #Devocional #Explicação #Esboço #O que é #Sermão #Pregação #ídolos #Filhinhos

"Filhinhos, guardai-vos dos ídolos" 1 João 5:21.

Este é o versículo que finaliza a primeira epístola do apóstolo João, e apesar de ser uma pequena frase, possui muito significado. Os ídolos, por toda história do povo de Israel, foram grandes inimigos da obra de Deus e uma das coisas que afastavam o povo da Lei e dos preceitos que foram dados por meio de Moisés. Se lermos os livros de Reis e Crônicas veremos como alguns dos reis de Israel e Judá lutaram contra este mal enquanto outros reis permitam ou mesmo adoravam outros deuses. Esta adoração a outros deuses foi tamanha que Deus permitiu que o povo de Israel e de Judá fossem levados cativos para a babilônia.

Verdade é que os ídolos foram e são os grandes inimigos da obra de Deus. Em nosso tempo, apesar de ainda existir a adoração a outros deuses, qualquer coisa que divida nossa atenção e foco de vida pode ser tornar nosso ídolo. No evangelho de Mateus, por exemplo, Jesus propõe uma parábola onde diz que "não podemos servir a Deus e às riquezas", nos mostrando que as riquezas também podem se tornar um ídolo em nossa vida.

Devemos tomar cuidado com os ídolos, pois eles destituem a primazia de Deus em nossas vidas fazendo com que Deus seja apenas mais um item da nossa prateleira, que é usado ou não conforme a necessidade. Entretanto, Deus exige santidade e primazia. Sem estes dois atributos é impossível agradar a Deus, pois Ele mesmo é santo e não se mistura com coisa alguma contaminada pelo pecado.

Hoje em dia qualquer coisa pode se tornar um ídolo, vejamos: trabalho, ideologia, política, afazeres do dia-a-dia, nosso celular ou computador, escola ou faculdade, teologia, nossa vestimenta, etc. Enfim, tudo pode se tornar algo que damos mais atenção do que damos a Deus. Mesmo os 'homens de Deus', que tem ganhado fama e respeito, podem se tornar ídolos desviando o nosso olhar do Cristo vivo e ressurreto.

Para fugir destes ídolos, devemos correr para Deus e focar toda a nossa vida Nele apenas. E isso deve ser feito através da oração e da santificação contínua. A única forma de se livrar totalmente destes ídolos é buscar o Senhor com intensidade e entronizá-Lo em nossa vida. Se não fizermos isso estaremos sujeitos a muitos ídolos constantemente. Deus precisa ser, de fato, o nosso Senhor. Somos todos escravos da justiça, mas continuamos cheios de justiça própria e não estamos dispostos a viver a santidade e realidade de vida com Deus.

Podemos tirar muitos ídolos da nossa vida, mas isso apenas trará novos ídolos. Por isso devemos entronizar o Senhor e dar a Ele lugar em nossas vidas. O Senhorio pertence a Ti, óh Deus. Governa todo o nosso ser e seja o centro de toda a nossa vida.

Comentários