Quem é o Redentor dos escolhidos de Deus?

#Estudo #Esboço #Explicação #O que é #Significado #Bíblia #Escritura #Jesus #Deus #Evangelho #Sermão #Meditação #Palavra #Devocional #Princípios #Fundamento Cristão #Plenitude da divindade #Nele habita corporalmente #Povo de Deus #Verbo era Deus #O Verbo se fez carne #Cristo Jesus, homem #Redentor #Senhor Jesus #No princípio era o Verbo

O tema de hoje na sequência dos fundamentos cristãos é: Quem é o Redentor dos escolhidos de Deus? Hoje conheceremos um pouco mais das principais caraterísticas daquele que nos livrou do estado pecaminoso o qual nos encontrávamos para sua maravilhosa luz.

 O Senhor Jesus Cristo 

"Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem" 1 Timóteo 2:5.

Por causa da lei, foi necessário que viesse um justo à terra para redimir toda a humanidade. Este homem foi Jesus Cristo. Ele foi perfeito todos os dias da sua vida, ele "nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca" Isaías 53:9.

Ele veio para redimir a todos quanto creram no seu nomo, e tornou-se o nosso Redentor. Ele é o único capaz de redimir o pecado do homem e livrá-lo de toda culpa e injustiça.

 Deus se fez carne 

"E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai" João 1:14.

Este homem Jesus que foi conhecido pela humanidade há dois mil anos, subsiste de eternidade em eternidade. Jesus não nasceu, pois Deus não conhece inicio, meio ou fim. Ele se fez carne e habitou entre nós.

João nos diz que "no princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus" João 1:1. Isso significa que o Verbo é desde o principio, e estava com Deus em toda a criação, e Ele mesmo é Deus. O Filho, que estava com o Pai, se fez homem, humilhando-se sobremaneira com o fim de nos redimir e livrar do pecado.

 Ele é Deus e homem eternamente 

"[...] o qual, depois de ir para o céu, está à destra de Deus, ficando-lhe subordinados anjos, e potestades, e poderes" 1 Pedro 3:22.

Jesus morreu, ressuscitou e hoje está assentado à direita de Deus. Entretanto Jesus continua sendo homem e Deus. É difícil entender essa realidade, pois não conseguimos mensurar ou dividir o homem de Deus. Mas a verdade é que Jesus, após a morte, continua sendo homem. Isso é provado no livro de João, capítulo 20: "Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente" João 20:27.

Após haver sido ressurreto dentre os mortos, Jesus apareceu aos discípulos. Nesta ocasião Tomé não estava presente, e oito dias depois, Jesus apareceu novamente e disse estas palavras a Tomé, que creu. Interessante notar que Jesus prova sua ressurreição demonstrando que ainda possui carne, um corpo humano que, apesar de haver sido morto, ressuscitou e rompeu a morte, pois não poderia ser retido por ela. Jesus ressuscitou em corpo. Ele não é um espírito desencarnado, pois ainda hoje possui um corpo humano perfeito.

"Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade" Colossenses 2:9.

E não só é homem, como também é inteiramente Deus. A palavra nos fala que nele habita, corporalmente, toda a plenitude da divindade. Isso significa que além de ser um homem, possui um corpo carnal ressurreto, nele habita, corporalmente, toda a plenitude da divindade. Jesus é Deus em plenitude.

Este é um mistério incompreensível para muitos. Entender estas coisas com a mente é o mesmo que tentar entender física quântica. A realidade da vida de Cristo Jesus deve ser compreendida pelo Espírito Santo. Se você não entende assim, peça discernimento ao Espírito que ele tudo revela a seu tempo.

Comentários