Esperar no SENHOR (Salmo 131)

#Salmos #Salmo 131 #Estudo Salmo 131 #Confiar em Deus #Espere no Senhor #Esperar em Deus #Explicação #Esboço #Estudo #O que é #Sermão #Pregação #Meditação #Devocional

"SENHOR, não é soberbo o meu coração, nem altivo o meu olhar; não ando à procura de grandes coisas, nem de coisas maravilhosas demais para mim. Pelo contrário, fiz calar e sossegar a minha alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe, como essa criança é a minha alma para comigo. Espera, ó Israel, no SENHOR, desde agora e para sempre" Salmo 131.

Este salmo é muito bonito e inspirador! Ele também é uma afronta ao sistema religioso cristão. Isso porque hoje vivemos em meio a pessoas altivas e cheias de soberba. Pessoas que buscam grandes coisas, grandes realizações, grandes multidões, ou mesmo grandes revelações. Mas aqui Davi se humilha como alguém que não é digno de obter coisa nenhuma do Senhor.

Como buscamos grandes coisas e não alcançamos nenhuma delas! Como disse Tiago "pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres" Tiago 4:3. Até o que pedimos a Deus deve passar pelo crivo do Espírito e da vontade de Deus. Nossa alma precisa ser calada e acalmada como a criança de colo que se acalma no colo da mãe.

Interessante notar que aqui Davi não está dando uma ordem para realizarmos grandes cosas, ou para buscarmos o nosso sonho e desejo. Pelo contrário, ele diz: "Espera, ó Israel, no Senhor" Salmo 133:3. Não vivemos em tempos onde esperar é uma qualidade dos que temem a Deus. O mundo está impulsionando a Igreja a sempre agir independente da circunstância, muitas vezes sem discernimento ou direcionamento de Deus. Infelizmente caímos, recorrentemente, no erro do ativismo.

Mas o que a palavra nos ensina é que "ainda resta um descanso sabático para o povo de Deus" (Hebreus 4:9). A palavra não nos chama a viver uma vida de ativismo sem realidade, mas para viver uma vida de descanso poderosa em obras. Mas como pode ser isso? Jesus é o nosso sábado, e portanto, em quem devemos descansar. Descansar das nossas obras não significa nos tornar pessoas infrutíferas, mas significa que faremos todas as coisas segundo o crivo do Espírito Santo. Tudo quanto o Espírito Santo nos mover, então assim o faremos.

A grande dificuldade, neste sentido, é entender quando o Senhor, de fato, está falando conosco. Para se ter certeza disso eu dou uma dica: quando buscamos o Senhor em oração, com intensidade, chegará o momento em que a voz do pastor será conhecida. Muitos tentam ouvir o Senhor sem conhecer a sua voz. Certamente não terão discernimento quando O estiverem buscando.

Para ouvi-lo devemos aquietar nossa alma. Fazer calar o meu ser para que o Espírito Santo tenha liberdade em nossa vida. Não tenha receio de passar horas na presença do Senhor. Muitas vezes não ouvimos coisa alguma. Mas se temos fé, e se o buscamos de todo o nosso coração, certamente o encontraremos.

Comentários