A família de Jesus (Marcos 3)

#Evangelho de Marcos #Marcos 3 #Família de Jesus #Marcos capítulo 3 #Livro de Marcos #Estudo de Marcos #Evangelho de Marcos #Capítulo 3 #Estudo #Explicação #Esboço #O que é #Comentário #Pregação #Meditação #Devocional #Mensagem #Bíblia

“Portanto, qualquer que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, irmã e mãe” Marcos 3:35.

Leitura: Marcos 3:30-35

 Introdução 

Finalmente chegamos à última postagem do capítulo três do estudo de Marcos, que fala sobre a família de Jesus. Nesta passagem alguém se aproxima de Jesus e lhe informa que sua família estava à sua procura. Mas a resposta de Jesus foi tão intrigante que ainda hoje muitos não a compreendem.

Neste texto dois tópicos chama a atenção: os irmãos de Jesus e essa resposta tão estranha.

 Os outros filhos de Maria e José  

A teologia católica ensina que Maria, mão de Jesus, não teve filhos mesmo após o seu nascimento. Isso significa que Maria, que era casada com José, mesmo depois de conceber e dar a luz seu primeiro filho Jesus, não teve qualquer tipo de relação com seu marido (o que era completamente normal e não havia restrições na lei). Esse entendimento é completamente infantil e mentiroso. É, também, anti-bíblico, uma vez que este texto nos prova que Jesus possuía irmãos.

Este texto é a prova escrita que Maria teve outros filhos que eram irmãos de Jesus. Um deles, aliás, é Judas, o escritor da Carta de Judas no Novo Testamento.

 A resposta de Jesus: A família de Deus 

Muitas pessoas não conseguem entender o que Jesus disse nesta passagem. Muitos acreditam que ele foi rude ou sem educação, mas isso não é verdade. Essa passagem se assemelha a João 2, quando Jesus chama Maria, sua mãe, de 'mulher'. Aqui Jesus tentou chamar a atenção para um princípio espiritual: a família de Deus.

O objetivo de Jesus vir a terra não era simplesmente morrer e ressuscitar, mas construir um edifício vivo, a Igreja. E o que é a Igreja senão a Família de Deus sobre a terra? Veja o texto abaixo:

“Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus” João 20:17.

Este texto explica bem as palavras de Jesus. Aqui Jesus havia ressuscitado já e chama os discípulos de irmãos. Ele havia consumado todas as coisas e a família de Deus era realidade. Motivo pelo qual os discípulos haviam se tornado irmãos.

Comentários