A excelência da Sabedoria (Provérbios 8:12)

#Estudo #Explicação #Esboço #O que é #Significado #Comentário #Meditação #Devocional #Bíblia #Livro de Provérbios #Provérbios de Salomão #Conhecimento #Provérbios #Provérbios bíblicos #Frases Provérbios #Sabedoria #Sabedoria de Deus #Provérbios 8 #Habito com a prudência #Conhecimentos e conselhos

“Eu, a Sabedoria, habito com a prudência e disponho de conhecimentos e de conselhos” Provérbios 8:12.

O objetivo do livro de Provérbios é franco e direto: conhecer a sabedoria e aplicá-la (Provérbios 1:2). Geralmente, pensamos na sabedoria como sendo uma forma avançada do conhecimento ou uma visão extraordinária e profunda de coisas misteriosas; como se algumas pessoas pudessem alcançar um coração sábio em função de uma jornada auto-impulsionada de aprendizado sobre verdades enigmáticas. Esse conceito passa longe daquilo que a Bíblia comenta sobre o assunto.

A palavra traduzida por “sabedoria” aparece em Provérbios mais de 50 vezes e deriva do hebraico “chokmah”, que significa “habilidades para a vida”. Esta sabedoria é dada por Deus ao homem que O busca com fé e sinceridade e não é teórica, mas prática. Ela ensina a viver de forma responsável e produtiva.

A sabedoria revelada nas Escrituras não depende da capacidade intelectual do indivíduo e o seu acúmulo de conhecimento cultural. A sabedoria que vem do alto é a verdade bíblica aplicada a situações do cotidiano. Por isso, temos tantas questões corriqueiras abordadas no livro de Provérbios, a partir das quais o autor extrai importantes lições morais.

Tais conclusões somente são possíveis pela reverência do observador ao Senhor. “O temor do Senhor” é o ingrediente mais básico da sabedoria (Provérbios 1:7), o que só é alcançado quando nos submetemos à vontade de Deus. Ter conhecimento de algo não é suficiente para ser sábio, por isso, muitos acadêmicos, com seus vários diplomas, não a possuem. Observar e meditar sobre as ocorrências do cotidiano são atitudes que precisam estar associadas à fé no Senhor. O verdadeiro entendimento vem apenas d’Ele: “Porque o Senhor dá a sabedoria, e da sua boca vem a inteligência e o entendimento” (Provérbios 2:6).

O livro nos ensina, portanto, que o sábio é aquele que evita o mal e promove o bem, cultivando o temor a Deus e observando as ações de pessoas e até mesmo de animais, bem como os resultados alcançados com as atitudes e instintos observados. Assim, o autor compartilha valiosos ensinamentos que, se colocados em prática, resultarão em alegria, fartura e bons relacionamentos.

Esteja certo de que a sabedoria não está restrita a homens e mulheres dotados de grande conhecimento cultural. Tal verdade é um estímulo poderoso para que busquemos Aquele que em tudo nos abençoa.

Joyce Meyer, a famosa evangelista norte-americana afirma em sua obra, A revolução do amor, o seguinte: “A Bíblia diz que podemos encontrar provações de todo tipo e que, se precisarmos de sabedoria, podemos pedir a Deus, que dá a todos liberalmente, e Ele nos ajudará sem nos repreender ou apontar nossos erros" (Tiago 1.1-5).

Que, em sua caminhada com Deus, no seu dia-a-dia, você possa buscar esta Sabedoria e aplicá-la. Certamente, você se sentirá mais feliz, seu coração terá paz e todos ao seu redor irão perceber as mudanças na sua mente e no seu espírito.

Comentários