Estudo de Mateus - Introdução

#Explicação #Estudo #Esboço #O que é #Significado #Comentário #Sermão #Pregação #Livro de Mateus #Estudo de Mateus #Nascimento #Jesus #Mateus 1:18-25 #Evangelho de Mateus #Capítulo 1 #Introdução #Filho de Davi #Filho de Abraão

O Evangelho de Mateus contém o Evangelho do Reino dos Céus, provando que Jesus Cristo é o Rei dos Judeus e o Messias que havia de vir ao mundo. Mateus escreveu para os Judeus e apresenta Jesus como seu Rei, o Legislador deste Reino e o Leão da tribo de Judá.

O livro tem inicio com a genealogia do Rei e com a indicação de que Jesus é filho de Abraão e filho de Davi. A indicação de Davi e Abraão nos direcionam para a antiga aliança e a nova Aliança sendo cumprida em Jesus.

Jesus, filho de Abraão

Um dos pontos interessantes a serem tratados aqui é que os descendentes de Abraão, o povo peregrino de Deus, depois de tantas lutas durante a história, encontrou descanso em Cristo. Jesus era a promessa a qual Deus havia feito a Abraão. Em Jesus cumpriram-se todas as coisas.

Jesus, filho de Davi

Aqui Mateus nos mostra o reinado de Jesus. Se Jesus era filho de Davi, era, portanto, seu sucessor na linhagem real e, portanto, suscetível a assumir o trono de Israel. Entretanto Jesus não veio assumir um reinado terreno. O livro de Mateus trata diversas vezes do Reino dos Céus, direcionando o reinado de Jesus para os Céus e não para a terra.

Por tratar do Reino do Rei Jesus, o livro de Mateus trata da legislação deste Reino. O Sermão do Monte nos capítulos 5, 6 e 7 são as 'leis' que Jesus ensinou ao povo e que formaram a constituição deste reino. Ademais, o livro traz muitas passagens que tratam especificamente acerca do Reino, como por exemplo, as muitas parábolas deste livro, sempre começando com "o Reino dos céus é semelhante a". Além das parábolas, este livro também é um dos que mais trata acerca das bodas do Cordeiro, do julgamento de todas as coisas e do cumprimento final do Reino de Jesus.

A história de Jesus cumpriu todas as profecias acerca do Messias que havia de vir, por isso Mateus sempre menciona alguma passagem do antigo testamento, corroborando que Jesus é o Messias. Aqui é importante lembrar que este evangelho foi escrito para judeus que estavam aguardando a vinda do Messias.

Neste evangelho Jesus também é tido como o Leão de Judá e por isso o evangelho é retratado em Apocalipse, Ezequiel e Daniel como o ser vivente com aparência de Leão (o que explica a imagem alusiva a este estudo).

O Capítulo 1 nos fala acerca da genealogia de Jesus Cristo, os detalhes de Seu nascimento e as circunstâncias que envolveram este maravilhoso evento. Infelizmente muitos leitores da Bíblia ao lerem este capítulo costumam pular os 17 primeiros versos, pensando que toda a repetição destes nomes é algo difícil e irrelevante. Entretanto, conhecer bem a genealogia de Jesus Cristo é importante, pois ela é a essência do Antigo Testamento. É como se, em alguma linhas, Mateus houvesse resumido toda a história de cerca de quatro mil anos.

Comentários