Adão e Eva continuaram em seu estado original?

#Estudo #Esboço #Explicação #O que é #Significado #Comentário #Meditação #Devocional #Bíblia #Escritura #Jesus #Deus #Sermão #Meditação #Palavra #Devocional #Princípios #Fundamento Cristão

O tema de hoje na sequência de fundamentos cristãos é: Nossos ancestrais continuaram em seu estado original? Este tema trata sobre a criação dos nossos ancestrais, Adão e Eva, e o que aconteceu com sua vida depois da queda.

"Eis aqui, o que tão-somente achei: que Deus fez ao homem reto, porém eles buscaram muitas astúcias" Eclesiastes 7:29.

Ao criar o homem Deus o criou perfeito e reto em Sua presença. Ele era perfeitamente equilibrado e íntegro em todas as coisas. Possuía, entretanto, o poder da escolha e o do livre-arbítrio. Essa liberdade concedida por Deus ao homem o permitiu que ele "buscasse muitas astúcias" ao pecar contra Deus.

Quando pecou o homem decaiu do estado perfeito em que primeiramente havia sido criado. Ele não mais viveria no jardim fechado do Senhor, mas viveria na terra onde teria que trabalhar e se fadigar para que a Terra concedesse seu fruto. A terra e os animais também sofreram pela queda do homem. Mas o que mais decaiu, foi o homem. Ele se tornou pecador, assassino, rebelde, desobediente.

Tudo isso por comer de um fruto que Deus havia proibido. Quantas vezes consideramos as coisas de Deus pequenas de mais para serem respeitadas. Imagine as consequências se Eva não tivesse dado aquela primeira mordida. Certamente tudo seria diferente. Não cabe a nós devanear sobre as possibilidade de uma vida sem pecado. Cabe, entretanto, considerarmos as consequências de atos inconsequentes. Mesmo sem conhecer, certamente colheremos seus frutos.

Hoje vivemos as mesmas dúvidas dos nossos ancestrais mais antigos. Uma escolha, uma consequência. Talvez a morte eternamente. Não sabemos julgar o quanto nossos atos são importantes e como precisamos atentar cuidadosamente para o que fazemos. Não buscar as "muitas astúcias". Este é o caminho.

Comentários