Por que buscais, entre mortos, o que vive? (Lucas 24:5)

#Estudo #Esboço #Explicação #O que é #Comentário #Significado #Características #Sermão #Pregação #Mensagem #Palavra #Meditação #Devocional #Catequese #Versículos #Bíblia #Evangelho #Evangélico #Evangélica #Cristão #Cristo #Jesus #Deus #Jesus Vive #Evangelho de Lucas #Lucas 24 #Ressurreição #Estudo de Lucas #Ressuscitou

"Estando elas possuídas de temor, baixando os olhos para o chão, eles lhes falaram: Por que buscais entre os mortos ao que vive?" Lucas 24:5.

Este texto de Lucas fala do momento em que algumas mulheres foram ao sepulcro de Jesus. Entre elas estava Maria Madalena, Joana e Maria, mãe de Tiago. Era domingo, o primeiro dia da semana após o sábado, e ainda madrugada quando elas chegaram procurando por Jesus. No fim do capítulo 23 de Lucas nos é dito que as mulheres preparam especiarias e unguento na sexta-feira, mas devido ao mandamento do sábado, não puderam ungir o corpo de Jesus até o domingo pela manhã.

Essas mulheres são exemplo para toda a Igreja. Sem saber elas nos apresentaram a forma como devemos buscar o Senhor. Veja quantos milagres o Senhor Jesus realizou, quantos discípulos ele evangelizou, quantas pessoas ele curou e libertou. Porém apenas algumas mulheres foram ao seu sepulcro depois da sua morte. Mesmo tendo dito aos seus discípulos que ele seria morto e que ao terceiro dia iria ressuscitaria nenhum dos seus discípulos foi citado neste texto.

Hoje em dia isso também acontece com frequência. Apesar de encontrarmos denominações por todos os lados, não é assim tão fácil achar Jesus verdadeiramente. O motivo é bem simples: nós não buscamos o Senhor Jesus. As pessoas buscam muitas coisas, mas poucas buscam verdadeiramente esta realidade como estas poucas mulheres fizeram. O desejo delas era servir o mestre com suas especiarias e unguento. Mas ao invés de achar um corpo morto, elas encontraram algo muito maior.

De igual modo nós devemos nos perguntar com sinceridade de coração: o que eu estou buscando? Se sua resposta sincera for qualquer coisa que não seja Jesus Cristo, ressurreto dentro os mortos, tenha cuidado! Tudo aquilo que substitui o lugar de Jesus em nossa vida é um ídolo. Desconfie de si mesmo. A nossa carne não é confiável. Também não busque em Jerusalém aquele que é nascido em Belém. Jesus não nasceu nos palácios da capital, mas em uma estrebaria, entre os animais. O reino de Deus não vem com aparência exterior (Lucas 17:20), mas vem com o poder do Espírito da Realidade.

É maravilhoso perceber que o Senhor vive! Perceber que Ele morreu, mas venceu a morte de uma vez por todas. Não precisamos mais buscar o Senhor entre os mortos, porque Ele vive! Também devemos buscá-lo com zelo, determinação e diligência. Essas mulheres amavam o Senhor de tal modo que, ainda que estivesse morto, elas estavam dispostas a servi-lo. Ele mudou a vida delas, Ele mudou a nossa vida e nós continuamos com medo das pessoas de Jerusalém. Assim esquecemos de buscá-Lo e não percebemos que Ele vive.

Por fim, o Senhor se revelou a Maria Madalena, que, mesmo depois de algum tempo, permanecia à entrada do sepulcro chorando. Isso é tão maravilhoso que Jesus se revelou a ela mesmo antes de subir ao Pai, tamanha era a satisfação que ele, certamente, teve ao ver a busca incessante daquela mulher. A palavra é simples: "aquele que busca, encontra" (Mateus 7:8). Se ainda não encontramos o Senhor, certamente não buscamos de todo nosso coração. O Senhor moverá o sol e as estrelas em prol daqueles que O buscam de todo o coração.

Comentários