Vigiai, porque não sabeis o dia (Mateus 24:42)

#O Dia do Senhor #Vigiai #Orai #Mateus 24 #O Senhor vem #Bíblia #Evangelho #Estudo Mateus #Vem Senhor #Estudo #Esboço #Explicação #O que é #Bíblia #Sermão #Pregação #Meditação #Devocional

"Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor" Mateus 24:42.

Amados, o tema da nossa meditação de hoje é vigiar. Sabemos que o Senhor Jesus voltará e isso não é estranho pra ninguém. Mas infelizmente essa realidade muitas vezes se torna banal em nossas vidas. Aqui no texto de Mateus 24, Jesus nos passa toda a urgência e seriedade da sua volta. Não, entretanto, como um acontecimento futuro e inesperado, mas como uma esperança e tema de vida diária.

Quando entendemos a vontade do Senhor Jesus e compreendemos o seu plano (ainda que parcialmente), devemos assim andar em nossos dias. Esse versículo específico nos dá a impressão que devemos vigiar para vivermos uma vida santificada em Deus todos os dias, pois não conhecemos em que dia vem o nosso Senhor. 

É como viver em uma vizinhança conturbada e onde acontecem muitos assaltos e roubos. Imagine que você tem muitas pesses, ainda que viva nessa realidade. Certamente você permanecerá constantemente atento e vigilante para que não tenha os seus bens roubados. Da mesma forma devemos ser com o Senhor. A vida de Cristo em nós são como riquezas incontáveis e o ladrão das almas trabalha em todo tempo disposto e tomar do Senhor algumas vidas. E ele é sagaz, sujo, sorrateiro e certamente se esforçará para tirar do caminho todo aquele que possuir alguma riqueza.

Precisamos estar atentos. A nossa vida diária é uma luta constante contra nossa carne, contra o diabo e contra as hostes espirituais. Tudo isso coopera para nos ludibriar e tirar o nosso foco da única coisa que realmente conta que é permanecer firmes para a volta de Jesus. A salvação precisa ser desenvolvida. O arrependimento precisa ser reforçado a cada dia.

Infelizmente o diabo tenta, com sucesso, tirar o nosso alvo do alto. O mundo com suas muitas distrações pode ser uma grande armadilha para nos fazer vacilar. E essa não é uma exortação para os crentes mundanos, mas para os cristãos regenerados, mesmo os que não vivem dissolutamente. Devemos todos permanecer atentos. Vigia, o Senhor não tarda!



Comentários