A vida de oração de Jesus (Lucas 21:37)

#Bíblia #Oração #Evangelho #Monte das  Oliveiras #Templo #Serviço #Lucas #Estudo de Lucas #Explicação #Esboço #Estudo #O que é #Sermão #Pregação #Meditação #Devocional

"E de dia ensinava no templo, e à noite, saindo, ficava no monte chamado das Oliveiras" Lucas 21:37.

Hoje eu me sentei e passei a ouvir de certo homem de Deus falar sobre como um homem não é maior do que a sua vida de oração. Foi quase automático meu pensando sobre Jesus Cristo, que é exatamente o exemplo que ele usou. Logo que isso me veio à mente eu passei a procurar na palavra alguma coisa que demonstrasse essa realidade na vida de Jesus e fiquei (e estou) surpreso com a quantidade de menções sobre Jesus subindo ao monte para orar. É fantástico como não mencionamos a quantidade de tempo que Jesus gastava em suas orações.

Um dos locais que Jesus mais gastava tempo era o monte das Oliveiras. No texto de Lucas descrito acima nós percebemos uma prática de Jesus ao ensinar o povo no templo. Ele não se fadigava, mas voltava para o monte para orar. Sua vida era baseada em oração e serviço. E interessante entender que isso não foi uma ou duas vezes, mas uma pratica regular de Jesus. Constantemente Jesus se voltava ao monte para orar durante a noite. O capítulo 8 de João começa dizendo que Jesus foi para o monte das Oliveiras. Uma informação talvez desconexa do restante do texto, mas que se explica no ultimo versículo do capítulo 7. Todos estavam na festa dos tabernáculos e Jesus também estava ali. Os fariseus procuravam uma oportunidade para prender Jesus e enviaram guardas para fazê-lo. Mas Estes se impressionaram com as palavras de Jesus e não o prenderam. Depois da festa todos foram para as suas casas, mas Jesus foi para o monte das Oliveiras.

Que coisa maravilhosa! Jesus não considerava o fato de ser o Verbo encarnado, mas gastava tempo em oração no monte das oliveiras. Motivo pelo qual tinha autoridade para falar ao povo e realizar os milagres e maravilhas que realizou. Na verdade o que o Senhor realizou nada mais é do que reflexo de uma vida intensa de orações.

Vemos, por exemplo, que Jesus foi preso no mesmo monte das oliveiras enquanto orava com seus discípulos, depois da santa ceia. E onde será que ele estava antes de andar sobre o mar? Vejamos: "E, despedidas as multidões, subiu ao monte, a fim de orar sozinho. Em caindo a tarde, lá estava ele, só" (Mateus 14:23). Nós costumamos dar muita ênfase nos milagres de Jesus, mas não percebemos o esforço de Jesus em oração. Como é tremendo perceber essas coisas! Esse é o grande exemplo que temos. Se alguém deseja seguir os passos de Jesus deve começar com uma vida intensa de oração. Não devemos subestimar a vida de oração. Todos os homens de Deus gastaram muito tempo em oração. Na verdade a oração era o momento de 'capacitação' destes homens. Não existe segredo para essa vida de santidade, autoridade e poder. Basta que oremos.

A sua vida com Deus depende inteiramente do tempo que você gasta em oração. Não basta apenas conhecer o caminho que devemos trilhar, devemos trilhá-lo. E a forma como vamos conhecer a vontade de Deus (sempre baseados na palavra) é através da oração. Se em nosso tempo de ministério não gastamos igual tempo com a santificação e oração é bem provável que seu ministério seja infrutífero ou você nem mesmo tenha um ministério. A oração é o que nos leva de volta para vontade de Deus em detrimento das nossas escolhas e pecados.



Comentários