O temor do senhor é o principio da sabedoria (Provérbios 1:7)

#Estudo #Esboço #Explicação #O que é #Significado #Comentário #Marcos 5 #Evangelho #Meditação #Devocional #Bíblia #Capítulo 1 #Estudo de Provérbios #Livro de Provérbios #Temor do Senhor #Sabedoria #Bom siso #Conhecimento

"O temor do SENHOR é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino" Provérbios 1:7.

O livro de Provérbios tem um objetivo claro que é o de levar o seu leitor a adquirir a Sabedoria. Desde o inicio do livro Salomão demonstra que seus provérbios servem "para [o jovem] aprender a sabedoria e o ensino; para entender as palavras de inteligência" Provérbios 1:2. Mas o que é, exatamente, esta sabedoria descrita por Salomão?

A palavra sabedoria significa, literalmente, uma grande coleção (ou fundo) de conhecimentos. Esta palavra é derivada da palavra grega 'Sofia', que, por sua vez, dá origem a várias outras como a 'Filosofia'. Na bíblia encontramos uma descrição da Sabedoria como sendo o conhecimento, a inteligência e o bom siso. Todas estas caraterísticas evidenciando uma busca pelo conhecimento para fazer boas escolhas em vida. Por isso os provérbios objetivam os jovens, pois eles tem ainda toda uma vida pela frente.

Um bom exemplo para se falar de sabedoria são os povos da Grécia antiga. As ciências e a filosofia contemporâneas derivam, em grande parte, dos devaneios de Sócrates, Platão e Aristóteles. Todo esse conhecimento foi acumulado, construído e desenvolvido até que se formasse a base do pensamento ocidental. Veja que a sabedoria, significando um conjunto de conhecimentos, foi bem aplicada nesse exemplo. O problema neste pensamento é que Deus é mais um tópico da discussão e não é o próprio detentor da Sabedoria. Veja no texto abaixo:

"O SENHOR me possuía no início de sua obra, antes de suas obras mais antigas. Desde a eternidade fui estabelecida, desde o princípio, antes do começo da terra. Antes de haver abismos, eu nasci, e antes ainda de haver fontes carregadas de águas. Antes que os montes fossem firmados, antes de haver outeiros, eu nasci. Ainda ele não tinha feito a terra, nem as amplidões, nem sequer o princípio do pó do mundo.

Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando traçava o horizonte sobre a face do abismo; quando firmava as nuvens de cima; quando estabelecia as fontes do abismo; quando fixava ao mar o seu limite, para que as águas não traspassassem os seus limites; quando compunha os fundamentos da terra; então, eu estava com ele e era seu arquiteto, dia após dia, eu era as suas delícias, folgando perante ele em todo o tempo; regozijando-me no seu mundo habitável e achando as minhas delícias com os filhos dos homens" Provérbios 8:22-31.

Ao ler esse texto percebemos como é pequeno o nosso conhecimento humano. Somos limitados pela nossa mortalidade e pequenez. Somos limitados pelo tempo, por viver essa vida passageira. Ao passo que Deus vive e reina desde o princípio do pó da terra. Quando ainda não havia universo e antes de todas as coisas visíveis, o Senhor já existia e com ele residia a Sabedoria. Assim, se desejamos conhecer a verdadeira Sabedoria, devemos buscar onde podemos achá-la, realmente. O único detentor dos seus conhecimentos é Deus, que a possui.

Assim, podemos (re)afirmar que o princípio para alcançar a sabedoria é temer o Senhor com todo o nosso coração. O conhecimento perpétuo e infinito pertence a Ele que fez os Céus e a Terra e tudo que neles há. Se buscarmos o conhecimento em Deus acharemos não só conhecimento, mas encontraremos vida, deleite, justiça, juízo, equidade, bom siso e prudência.

Comentários