Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo (João 1:29)

#Evangelho de João #João 1 #Bíblia #Evangelho #Estudo #Estudo de João #Meditação #Explicação #Esboço #O que é #Sermão #Pregação #João Batista #Vida em Espírito #Fé #Lei do Espírito da Vida

"No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!" João 1:29.

Novamente escrevo sobre um tema que, na maioria dos casos, é negligenciado ou não é completamente estudado e compreendido pela grande maioria dos irmãos. Quando falamos sobre o pecado devemos entender que ele foi completamente derrotado por Jesus na cruz. Veja o texto acima de João 1:29.

Talvez seja estranho perceber o tempo em que João Batista fez essa afirmação. Ele disse que Jesus é o Cordeiro de Deus que 'tira' o pecado do mundo. Ele não disse que Jesus tiraria (indicando um tempo futuro), mas que diz que Jesus 'tira' o pecado do mundo (no presente). Se considerarmos que vivemos em tempos posteriores ao de Jesus podemos dizer que certamente ele 'tirou' o pecado do mundo, citando este mesmo verbo no passado.

Estranho? Pois é exatamente isso que Jesus fez. Talvez isso não faça sentido, visto que continuamos a nossa vida de pecado e de miséria neste mundo. Mas a verdade é que o pecado não tem mais domínio sobre todos quantos não vivem sobre o julgo da carne, visto que "a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte" Romanos 8:2.

Mas o que significam estas palavras de Romanos? Para muitos este capítulo é muito confuso e complexo para compreendermos com exatidão. Vou tentar explicar de forma simples e clara. A verdade é que Jesus veio ao mundo e morreu por nós para nos permitir viver uma vida elevada fora do domínio do pecado, uma vez que o próprio Jesus não pecou e não estava sujeito ao pecado.

Como faremos isso na prática? O texto em Gálatas 2:20 nos responde: "Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim".

Para vivermos debaixo da Lei do Espírito da vida temos que ter em mente que Cristo vive em mim. É o próprio Jesus santo, perfeito e sem mácula que faz morada na minha vida. E para que Cristo viva em mim eu preciso me despir de mim mesmo e do velho homem, para me revestir do novo homem criado em Deus para as boas obras (Efésios 2:10).

Além disso devemos viver esta vida pela fé no filho de Deus. Se não cremos que podemos viver sem pecado, certamente não viveremos. Mas, se Jesus tirou o pecado do mundo de uma vez por todas, então podemos ter fé em sua obra para viver em santidade sem pecado e sem culpa em sua presença. Esta vida apenas será possível se crermos naquilo que Jesus realizou por nós. Ele já venceu o pecado na cruz para que possamos viver imaculados e santos eternamente. À Ele a Glória e o domínio. Amém.

Comentários