Estudo de Mateus - Genealogia: Filho de Abraão (Mateus 1)

#Explicação #Estudo #Esboço #O que é #Significado #Comentário #Sermão #Pregação #Livro de Mateus #Estudo de Mateus #Nascimento #Jesus #Mateus 1:18-25 #Evangelho de Mateus #Capítulo 1 #Filho de Abraão #Abrão #Pai da Fé #Fé

“Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão” Mateus 1:1.

Leitura: Gênesis 22:9-18; Gálatas 3:14-16; Hebreus 11:19; Gênesis 24:61-67.

A segunda afirmação que vemos na genealogia de Jesus é "Jesus [...] Filho de Abraão" (Mateus 1:1). Assim como nós vimos que Jesus não era filho de Davi, (mas foi prefigurado em Salomão) Jesus também não é filho de Abraão. O verdadeiro filho de Abraão chama-se Isaque, mas veremos como Jesus se assemelha a ele e como cumpriu essa filiação de Abraão, sendo prefigurado em Isaque.

O caminho do Senhor é tão alto que não se pode alcançá-lo com nossa pequena mente carnal. A única forma de alcançar a vontade de Deus é obedecê-lo. A história de Isaque se define muito pela obediência de Abraão (apesar do deslize com Agar). Veja que Deus havia prometido que de Isaque sairia a descendência de Abraão, mas, como que mudando sua mente, Deus requisitou a vida de seu único filho. Mas mesmo conhecendo a promessa de Deus, em obediência Abraão foi sacrificar seu filho.

Mas, no momento do sacrifício, bradou o Anjo do Senhor a Abraão e disse: "Jurei, por mim mesmo, diz o SENHOR, porquanto fizeste isso e não me negaste o teu único filho, que deveras te abençoarei e certamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus e como a areia na praia do mar; a tua descendência possuirá a cidade dos seus inimigos, nela serão benditas todas as nações da terra, porquanto obedeceste à minha voz" Gênesis 22:15-18.

Esse texto nos mostra como devemos obedecer ao Senhor, muitas vezes, cegamente. O Senhor não tem responsabilidade em nos explicar todas as cosias. Muito pelo contrário, Ele é o Deus Soberano que tudo enche em todas as coisas. E nós, o que somos diante de tanta grandeza? Certamente Abraão é o Pai da fé, e por ele todos nós fomos abençoados e agraciados pela glória e majestade do Senhor, pois Jesus veio em carne e morreu por nós.

Quando Jesus veio ele cumpriu a prefiguração de Isaque, que assim como Salomão, realizou, principalmente, duas obras: Isaque obedeceu seu pai Abraão até a morte e não abriu a sua boca contra a vontade dele (Gênesis.22:9-10; Hebreus.11:19), tendo sido (figurativamente) ressuscitado dentre os mortos. Além disso Isaque teve por mulher Rebeca, que era gentia (Gênesis. 24:61-67). Assim como ele, Jesus foi morto no monte do calvário (no mesmo monte em que Isaque havia sido ofertado a Deus) e hoje está tomando por Noiva uma Igreja formada por gentios, bárbaros, judeus e gente de toda língua e tribo que há debaixo do céu.

Louvamos a Deus, pois em Jesus cumpriu-se a palavra que diz que na descendência de Abraão seriam "benditas todas as nações da terra". Seja louvado eternamente, amém!

Comentários