Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo (Mateus 16)

#Evangelho #Bíblia #Estudo de Mateus #Mateus 16 #Revelação #Tu és o Cristo #Estudo Mateus #Filho do Deus Vivo #Explicação #Esboço #Estudo #O que é #Evangelho de Mateus #Sermão #Pregação #Meditação #Devocional

“Mas vós, perguntou-lhes Jesus, quem dizeis que eu sou? Respondeu-lhe Simão Pedro: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” Mateus 16:15-16.

Nesta passagem Jesus coloca em questão sua identidade e pergunta aos discípulos quem eles julgavam ser Jesus. Os homens diziam muitas coisas acerca de Jesus naqueles dias. Alguns diziam que ele era Elias, João Batista ou mesmo um dos profetas. Mas Jesus queria saber o que os discípulos achavam dele. Tão logo perguntou, logo Simão Pedro respondeu: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo".

Essa era, sem dúvida, a resposta que Jesus queria ouvir. Jesus sempre foi criticado por quem dizia ser. Por isso, a única forma possível para que alguém o reconhecesse como o Messias que havia de vir ao mundo, era através da revelação que Deus concedeu a Pedro.

Igualmente, em nossa caminhada diária, não podemos depender da visão de outros ou de um "mover" sobrenatural, mas, assim como Pedro, devemos experimentar a revelação de Cristo por conta própria.

Na maioria das vezes as opiniões divergentes dos religiosos, como era no caso da época, podem ser confusas e humanas nos direcionando para longe da real revelação de que Jesus é o Cristo que havia de vir. Eles não buscaram a revelação como Pedro, antes acusaram Jesus e o mataram. Isso também mostra que sem revelação podemos andar em caminhos de morte e até mesmo negar Jesus.

Que cada um de nós seja abençoado com espirito de revelação e sabedoria a fim de ganharmos cristo em nosso viver. Que nós aprendamos a ouvir com os nossos próprios ouvidos a voz que vem do alto.

Comentários